Dungeon Power: Entrevista com Giovanna Lopes

Nós do SaladaWeb tivemos a oportunidade de conversar com a desenvolvedora do jogo nacional The Dungeon Power, Giovanna Lopes, o jogo independente está diponível no Steam e traz como objetivo fugir de um imenso calabouço.

SaladaWeb: De onde veio a ideia para o desenvolvimento do jogo?
Giovanna Lopes: A ideia foi porque precisávamos de um jogo de conceito simples para executá-lo mas ao mesmo tempo que pudesse ser desafiador para quem jogasse. Enquanto não se trata de um jogo com puzzles, é um jogo que ensina exigindo que o jogador analise bem como funcionam as plataformas e obstáculos de cada fase, nem que seja ensinando o jogador por tentativa e erro. rs

SW: Isso é realmente muito interessante. Até o momento qual tem sido a aceitação do jogo por parte do público?
GL: Infelizmente não temos muita divulgação e nem acesso a meios para isso. Portanto até o momento não surgiram comentários nem positivos nem negativos na steam, rs. Apesar disso ano passado estivemos expondo o jogo na Comic Con Experience em SP e a galera que jogou curtiu bastante!

SW: O que você achou de expor num evento grande como a CCXP?
GL: Fomos convidados pela escola Saga a expor no estande dela. O contato direto com o público é muito bom para os desenvolvedores porque podemos ver com nitidez como diversos tipos de jogadores se comportam com cada situação, isso ajuda muito a melhorar a experiencia no jogo

SW: O que você acha do mercado para jogos nacionais no Brasil?
GL: Anda crescendo bem comparado a antigamente, porém não é bem o suficiente. Acredito que ainda falta muito a se fazer, tanto por mais e melhores políticas públicas que incentivem ainda mais o mercado, mas também um maior investimento da iniciativa privada. Mas já temos muitos bons desenvolvedores brasileiros conhecidos e anônimos por aí com capacidade de fazer jogos incríveis.

SW: Como você enxerga o mercado nacional de games dentro de alguns anos?
GL: Por enquanto não consigo ver mudanças, rs

SW: Acha que existe preconceito por parte dos jogadores para com jogos nacionais?
GL: Existe sim, mas assim como todo preconceito vem de não conhecer o objeto do preconceito, isso com o tempo tende a mudar com cada vez mais jogos brasileiros sendo notados internacionalmente, o que já tem acontecido.

SW: O que você diria para quem quer começar a desenvolver jogos no Brasil?
GL: Se você realmente desejar criar jogos, não poupe esforços e dê tudo de si do começo ao fim. E se sonha com isso, nunca duvide do que você pode fazer por um sonho, por mais sufocante e exaustivo que venha a ser (e provavelmente será)

SW: E por último, deixe uma mensagem para nossos leitores.
GL: A Quem gostar do gênero de plataforma e jogos difíceis, gostaríamos muito que experimentassem The Dungeon Power! Somos bem pequenos, então todo apoio é único e notável

SW: Muito obrigado
GL: Eu que agradeço o interesse pelo jogo!


SquareDP

Dungeon Power é um DIFICÍLIMO difícil Jogo 3D-Isométrico de Plataforma onde você deve percorrer por salas mortais para poder progredir e fugir de um gigantesco calabouço amaldiçoado.

Calcular suas ações, correr riscos e ficar frustrado é mais do que necessário para superar esse desafio e encarar o Mestre do Calabouço!

Gravando_2017_07_04_22_42_46_300 Gravando_2017_07_04_22_44_45_856

Destaques

  • 30 Níveis de Desafios e Frustrações
  • Modo de Velocidade Normal, para uma experiência descontraída.
  • Modo de Velocidade Rápido, 2x mais rápido para ação mais dinâmica.
  • Chefes Poderosos! Você é praticamente inofensivo contra eles!
  • Controles sensíveis, controle de movimento no ar, pulos calculados, tudo fará diferença!
  • Direto ao ponto! Sem diálogos e textos.
  • Tempo Recorde! (Conquiste tempo Ouro, Prata e Bronze em todos os níveis!)

Jogue agora.: http://store.steampowered.com/app/669960/The_Dungeon_Power/

David Ramones

Simplesmente Ramones. Músico, fotógrafo, produtor, editor, sonoplasta, iluminador, ator, técnico em informática, compositor, gamer, nintendista, leitor assíduo, potterhead, nerd, muppetmaníaco, cinéfilo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *